magia das ervas no candomblé

A Magia das ervas no Candomblé

Em todas as épocas e culturas, as ervas sempre foram poderosas ferramentas utilizadas para cura. Através dela os antigos buscavam conhecimento, nutrição, medicina e é claro a conexão com a espiritualidade.  Isso porque são carregadas de energias transformadoras tanto físicas como espirituais, seus princípios ativos inspiraram a indústria farmacêutica e também fabricantes de cosméticos. A fitoterapia e a fitoenergética  são práticas que persistem até hoje em diversas terapias complementares e em várias religiões, como na bruxaria,  nas religiões indígenas e nas de matrizes africanas como a Umbanda e o Candomblé.  Em entrevista ao Portal dos Espiritualistas, Diego de Oxossi, babalorixá e autor de diversos livros sobre religião e magia, nos conta um pouco sobre a Magia das Ervas no Candomblé.

Qual a relação do Candomblé com as plantas?

Inegavelmente as folhas são base fundamental do Candomblé. Inclusive, existe um ditado iorubá que diz “kò sí ewé, kò sí Òrìsà”, ou seja: sem folha não existe Orixá. A folha é que dá início aos rituais, desde os mais simples até os mais complexos. Já que é a partir das folhas e seus sumos que sacralizamos os artefatos sagrados, que realizamos as limpezas e harmonizações energéticas. Além de entronizar nossos sacerdotes e sacerdotisas, curamos o corpo e a alma. Em resumo, a Folha no Candomblé é símbolo de vida, remédio, magia e elemento de reconexão ancestral.

Qual o poder das plantas?

Como eu ensino nos livros da Trilogia As Folhas Sagradas, “cada raiz, cada folha, flor ou semente traz em si um universo de energias que podem ser despertadas e utilizadas para transformar a realidade ao nosso redor”. Nesse sentido, é possível dizer que as plantas e vegetais têm em si todos os poderes do mundo. Não só da vida e da cura como também da morte e do veneno. Elas podem, inclusive, concentrar diversos poderes numa única espécie, sejam eles complementares ou, até mesmo, opositores. Entretanto, é preciso despertar esses poderes, através de encantamentos chamados “ofós”: a palavra dita de maneira mágica é quem acorda a folha para que ela cumpra o objetivo desejado.

O que faz uma planta ser considerada curativa?

Resumindo de maneira objetiva e no aspecto medicinal, as plantas são curativas por sua constituição químico-física. No entanto, sob a visão das tradições de matriz africana, os males do corpo são reflexos de males do espírito. Nesse sentido, o simbolismo subjetivo das folhas é que define seu poder de cura, de reequilíbrio, de atração da bênção e/ou repulsa do mal a que se destinam os rituais de magia. Só para exemplificar no iorubá  dizem que “As folhas funcionam, os remédios funcionam, remédio que não funciona, é que tem folha faltando”.

Como identificar suas propriedades?

Em primeiro lugar, identificar as propriedades mágicas das folhas é bastante complexo. São baseadas em tradições seculares, trazidas pelos africanos escravizados desde o século XVI e foram passadas oralmente nas comunidades-terreiro até os dias atuais.

Em segundo lugar, cada elemento da natureza pode ser classificado por cinco aspectos principais: cor, formato, cheiro, sabor, textura e vibração. Como resultado, identificar cada aspecto e ter conhecimento sobre como combinar as espécies, é possível, equilibrar seus poderes energéticos e criar receita correta e de fundamento.

Pode nos dar algumas dicas de como usar?

O primeiro passo é reconhecer que a  Natureza é uma fonte viva de energia que pode e deve ser acessada por todos,. Então assim, podemos usar as folhas e plantas nos rituais diários. Nesse sentido, o segundo passo é identificar as plantas , como, por exemplo, as de proteção,  igual a  espada-de-são jorge, e plantá-las. Após isso é preciso “cantar para encantar” – dizendo às plantas o objetivo que se deseja atingir, como a proteção de casa e a quebra das energias negativas no lar ou no trabalho.

Outro ritual bastante eficaz, em especial nesses tempos de pandemia em que vivemos tensos e estressados, é confeccionar pequenas almofadas com ervas cheirosas como alecrim, boldo, tomilho, manjericão e hortelã secas e colocar essas almofadas dentro do travesseiro.  Com o propósito de  que seus aromas e  poder acalmem os pensamentos e revigorem o emocional para os desafios do dia a dia.

Onde podemos encontrar seus livros?

As Folhas Sagradas é uma trilogia que tem o objetivo de  ensinar como a identificar e combinar os poderes das ervas sagradas, criar os seus próprios rituais de banhos e defumações . Além de transformar os pequenos atos da rotina em rituais cheios de poder e encantamento! Os livros podem ser adquiridos avulsos ou no box completo, em edição especial, no site da editora www.arolecultural.com.br e nas melhores livrarias de todo o país.

Por Giu Soeiro

Gostou do conteúdo? Então, você vai gostar também de saber para que serve os banhos de ervas e fitoenergética.

Tags Related
You may also like
Comments