background img
banner

Como ter mais tempo?

Toda hora surge uma nova obra literária trazendo dicas de como gerenciar melhor o tempo. Da mesma maneira, a indústria de aplicativos lança a cada mês muitas novidades que prometem ajudar as pessoas a gerenciarem melhor suas vidas.

Tempo para as religiões africanas é um Orixá muito poderoso- assim como Saturno na mitologia romana-  e deveria ser tratado com respeito. E aí é que mora o problema. A todo o momento desrespeitamos essa força em nossa vida, desperdiçando instantes preciosos que poderão, inclusive, fazer falta mais para frente. Tampouco entendemos que resultados de nossas vidas dependem de como usamos nossas horas.

O tempo cronológico é igual para todos mas a relação de cada um de nós com ele é muito individual. Seguem algumas dicas de como aproveitar melhor as horas do seu dia para construir uma vida mais plena.

1. Autoconhecimento

“Quais são seus objetivos de vida? Quais os seus valores pessoais? O que  dá prazer e o que  causa preguiça na sua vida?”. Responder a essas perguntas pode ajudar muito a identificar onde há perda de tempo. Usar horas da sua vida em atividades que não são importantes, não agradam e não trazem benefícios reais para os seus sonhos é desperdiçar um grande tesouro. Nosso tempo deve ser utilizado para a manutenção de nossa vida com saúde, para realização emocional e espiritual e também para a construção de nossos planos.

2. Respeite o tempo dos outros assim como exija respeito para o seu tempo

Atrasos são injustificáveis e representam um ato de desrespeito para com o semelhante. Como falamos no item anterior, tempo é um item valioso na construção dos sonhos e da felicidade de cada um. Fazer o outro desperdiçar um bem, por indisciplina sua, é falta de ética. Muita gente quando se consulta com uma entidade na Umbanda aprende que as coisas demoram para chegar na vida, embora empreguem todos os esforços possíveis, porque não tem uma boa relação com horários. Comece a observar na vida se atrasam seu pagamento, se as coisas demoram para acontecer na sua realidade e  reflita como você lida na gestão do seus compromissos com outros.

3. Smartphones, mocinhos ou bandidos?

Os smartphones foram criados, em tese, para nos poupar tempo. No entanto, estudos sérios, feitos por inúmeras universidades, mostram que as mídias sociais têm roubado horas na vida das pessoas, causando problemas nos relacionamentos, implicações na saúde e prejuízos nas carreiras. Dependendo da nacionalidade, idade e escolaridade, indivíduos desperdiçam de 1 a 5 horas nas redes sociais. Há quem credite certa responsabilidade  no aumento nos casos de depressão e suicídio ao crescente uso dos dispositivos pessoais. Da mesma maneira a pouca qualidade dos serviços são também, em parte, responsabilidade do mau uso dos smartphones. Determine duas horas por dia para checar as mídias sociais.

4. Aprenda a delegar funções, não seja centralizador

Concentre seus esforços naquilo que você sabe fazer bem, que te dá prazer e pode ajudar na construção de seus planos. Aprenda a confiar mais na capacidade de outros. E, nem por sonho, pense em não pagar outros para fazer determinadas tarefas por mesquinhez.

5. Simplifique a vida

Não seja um acumulador. Guardar coisas desnecessárias – de roupas a móveis- consome espaço e tempo, bens valiosos em nossas vidas. Se tiver de comprar algo, invista em produtos e serviços de grande qualidade e que vão durar muito tempo.

6. Fuja do perfil multitarefa. Tenha foco

É uma mentira que mulheres podem fazer muitas funções e homens não. Ninguém é produtivo, não importa o gênero, se não tem foco. Estabeleça prioridades, separe o importante do urgente e se concentre em uma tarefa a cada vez.

7. Não protele

Não adie o que se pode fazer agora. E muito menos faça duas vezes a mesma coisa. Muita gente, porque adora protelar, abre 3 ou 4 vezes o mesmo e-mail. Puro desperdício de tempo.

Experimente essas dicas e compartilhe depois os resultados com a gente!

 

Ricardo Hida, Akidemi  

Whatsapp: 11 99479-7867

E-mail: ricardotbhida@gmail.com

Tags Related
You may also like
Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *