background img
banner
Júpiter em Capricórnio: a grande conjunção de 2020

Júpiter em Capricórnio

Considerado o grande benéfico, Júpiter entra nesta semana no signo de Capricórnio, lá permanecendo por um ano. Depois de percorrer Sagitário, seu domicílio, e promover, de certo modo, certos exageros em alguns momentos do ano que passou,  o  planeta, regente de Sagitário e Peixes,  que esbanja expansão e otimismo entra em um território em que a realidade, o mérito e a limitação reinam soberanos. Participante da grande conjunção que marca o ano de 2020 – Saturno, Plutão, Júpiter e Marte juntos – , entrará no jogo da austeridade, disciplina, realidade e demais valores muito vinculados ao elemento terra.

Trata-se de um ano que vai exigir um otimismo pé-no-chão, que, por incrível que pareça, existe sim. Aquela certeza  que o sucesso depende muito das probabilidades estatísticas do trabalho e da disciplina, que de um golpe de sorte.

Reconhecimento e crescimento poderão vir, mas em um ritmo mais lento e também como resultado de um trabalho bem feito.

Por outro lado, tudo o que é bem estruturado, foi bem construído terá espaço.  Não há motivo para desânimo, muito pelo contrário. Solidez se faz necessária em nossas vidas, inclusive a nossa fé.

Tags Related
You may also like
Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *