ingratidão: ritual para combater

Ritual: lidando com a ingratidão

 

Sinto muito. A primeira coisa a lhe dizer: se você fez algo por alguém esperando reconhecimento, correu um risco desnecessário, já esperado e entrou pelo cano. A maior parte da Humanidade é ingrata e por isso mesmo, pobre. Já que gratidão é um atributo nobre de pessoas prósperas.

Isso não quer dizer que não devemos ajudar o próximo. Mas se você escolhe fazer algo bom, não espere nenhuma recompensa, a não ser o seu próprio bem estar. 

Obviamente a Natureza funciona com trocas. Ninguém pode só oferecer e tampouco ninguém pode só pedir. Os pidões e pidonas de plantão não são nada mais que vampiros piores que o Drácula e os que só dão não passam de tontos arrogantes, vaidosos e orgulhosos.

Tudo o que você faz gera uma reação na Natureza. Assim como tudo o que você não faz. Ao ser generosa cria um canal para que bençãos cheguem até você. Desde que… e esse é o truque… a doação venha realmente de coração.

Sim, porque muitas vezes nossa alma pede para ser generosa. E fazemos algo para pessoas simplesmente porque as Forças Divinas acreditam que você seja aquele canal de ação Delas. Ao agir verdadeiramente com generosidade você é ferramenta de Deus para materialização de uma benção. E é por isso que você ao fazer o bem se sente leve, sorridente e realizada.

Mas, se você faz algo calculado e premeditado, esperando alguma recompensa, certamente ela não virá. Porque você não está ligada ao fluxo de prosperidade da Natureza.

Quem é líder espiritual sabe que não pode fazer nada esperando retorno. Jesus ensinou isso ao morrer na cruz. As centenas de pessoas que ele curou, as milhares que ele tocou com Sua Palavra foram incapazes de defendê-lo.

Ritual para se livrar do sentimento de ingratidão 

Se você passou por uma decepção, a primeira coisa a fazer é um banho com 1 folha de confrei do pescoço pra baixo. Em seguida, acenda uma vela violeta e peça para transmutar a desilusão em aprendizado. Preferencialmente em um sábado de Lua Balsâmica.

Em uma próxima vez, pense se você vai ajudar alguém porque sente no coração ou se está esperando algo. Se tiver alguma expectativa, não faça. 

E quanto à pessoa que  um dia foi ingrata?  Perdoe. Não se preocupe, ela também vai aprender o valor da gratidão. E não se sinta constrangida e muito menos culpada em não ajudar se você não quiser.  Só faça se a alma mandar.  Generosidade precisa ser espontânea.

Outros rituais e textos sobre gratidão e perdão:

 


Ricardo Hida é astrólogo, tarólogo e babalorixá. Autor do livro Guia para quem tem Guias – Desmistificando a Umbanda. Apresentador do programa “Encontro Astral” na rádio Vibe Mundial, 95,7 FM.

Tags Related
You may also like
Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *